5.9.07

Sobre como adoece a poesia





Sobre como curá-la:


5 comentários:

maristela disse...

fábio, vim principalmente pra te desejar um belo começo de primavera neste domingo.
abraços

Loba disse...

Fábio, querido, é muito bom estar de volta. E foi bom demais "ler" sobre como adoece a poesia. Fiquei pensando nos muitos motivos que nos adoecem, até mesmo em relação a não pensar no qto pode nos entristecer o jorro de luz eletrica. Seu outro post é maravilhoso, viu? Misturei tudo, mas acho que vc me entende.
Beijocas

Luci Lacey disse...

Oi Fabio

Vim te desejar um bom Domingo e uma boa semana,

Beijinhos

loba disse...

o que houve? andou chutando pedra? já é um consolo saber que não estou manqueba sozinha!!! rs...
vi que vc deixou msg no orkut, mas preferi vir aqui. mas parece que vc não esteve aqui, né? já te disse: gosto do seu texto!
beijos. ótima semana

Claudio Mendes disse...

Fábio, Sua página é muito linda, têm um visual incrível e informações sobrer arte muito interessantes.
Parabêns!

Claudio.