21.10.07

Desconcerto



O Teatro Gente-de-Fora-Vem e a Cooperativa Baiana de Teatro apresentam DESCONCERTO. Encenação do texto de Diana Raznovich, inédito no Brasil.
Temporada de 18 a 27 de outubro (Quinta à Sábado) às 20 hs.
Teatro Gregório de Matos. Praça Castro Alves, s/n – Centro.
Contato: Gabriela Sanddyego. Tel. (71) 8818 7949
Ingressos: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia)








Desconcerto é um monólogo onde a pianista Irene della Porta fala com seu público sobre o pacto que fez com seu empresário para tocar o Som do Silêncio no lugar da Sonata Patética de Ludwig Van Beethoven. Este pacto a atormenta mas, paradoxalmente, lhe traz um enorme êxito profissional já que o público lota seus “desconcertos” para aplaudir seu fracasso. Estreada em 1981, no Ciclo de Teatro Aberto, em Buenos Aires, durante o período da ditadura militar argentina, esta obra já foi traduzida e representada na Alemanha, Espanha, Itália e Inglaterra, transcendendo os localismos alude às condições de vida que a fascistização de qualquer sociedade humana. O texto de Diana Raznovich foi considerada pelo Jornal El País, da Espanha, como uma das “mais belas e poéticas manifestações teatrais de nossa própria repressão”.



Direção: Juliana Ferrari
Assistência de Direção: Monize Moura
Elenco: André Rosa
Preparação Vocal: Janaína Carvalho
Operação de Luz e Som: Cláudio Mendes
Produção Executiva: Gabriela Sanddyego e Zero71 Marketing e Entretenimento
Artistas Convidados
Figurino: Tarcísio Almeida
Cenário: Fábio Pinheiro
Maquiagem: Pedro Costa
Design Gráfico: Leon Bucaretchi



Verdadeiramente adorável o cartaz do Leon mostrando o piano como ausência. Ele não tinha nenhuma outra referência porque o piano utilizado em Desconcerto ainda não existia. Este é um espetáculo que parte da sinceridade de intenções. Como se vê nas fotografias o piano continua representrando a ausência ou a intenção de existir. Que existir será esse que nunca se manifesta e que serão todos estes equivocados ensaios de existir que nos humilham?



O Teatro Gente-de-Fora Vem é uma companhia, sediada na cidade de Salvador Bahia, e atualmente membro da Cooperativa Baiana de Teatro. Desenvolve há quatro anos trabalhos de pesquisa continuados na área de Artes Cênicas.


(Fotografia de André Rosa como Irene Della Porta em Desconcerto.



Os desenhos que ilustram a postagem são charges de Diana Raznovich)

7 comentários:

Ronald disse...

Fábio, já tive amigos que assistiu o trabalho e garantem que é um espetáculo de primeira. Nós, aqui do fim do mundo, apesar de todos os anos (nesta semana) existir o festival amador de teatro, estamos carentes de uma casa realmente digna de obras assim, aliás no Brasil inteiro. Público culto para tal existe sim. Abraços e parabéns pelo Post.

Ronald disse...

Fábio, já tive amigos que assistiu o trabalho e garantem que é um espetáculo de primeira. Nós, aqui do fim do mundo, apesar de todos os anos (nesta semana) existir o festival amador de teatro, estamos carentes de uma casa realmente digna de obras assim, aliás no Brasil inteiro. Público culto para tal existe sim. Abraços e parabéns pelo Post.

direitos.autorais2006@gmail.com disse...

Boa tarde, Fábio.

Encontrei seu blog pelo sistema BlogBlogs. Parabéns! É maravilhoso.
Que acha de fazermos uma parceria, via troca de link, visando expandir as fronteiras de nossos blogs?

Podemos fazer a parceira o seu com nossos 7 sites.
Fica à sua escolha se a parceria alcança a totalidade de nossos sites ou somente alguns.

Abaixo, a relação dos links e respectivos nomes de nossos sites para que conheça se assim desejar.
Fico aguardando contato.


http://ritacosta-almadepoesia.blogspot.com [ Alma de Poesia ]
http://poemasdeandreluis.blogspot.com [ Gritos Verticais ]
http://natureza-poetica.blogspot.com [ Natureza Poética ]
http://poeticaheretica.blogspot.com [ Pó(ética Herética) ]
http://gritosverticaisdanaturezapoetica.blogspot.com [ Raiz de Cem ]
http://sonsdesonetos.blogspot.com [ Sons de Sonetos ]
http://prosaepoesia.wordpress.com [ O Poema Nosso de Cada Dia ]


Desde já te agradeço. Obrigada. Um abraço!

Luci Lacey disse...

Oi Favio

Ronald, Luma e eu, estamos empenhados na blogagem coletiva de Ana Virginia, por favor va no Hippos e se intere do assunto e veja a programacao, estamos somando forcas.

Beijinhos e boa semana

loba disse...

Um belo post! Tanto na estética quanto na intenção de divulgar o que existe de muito bom nesta sua bela terra.
mas ando com saudade de vc, viu? já tirou o gesso? o meu já foi pra exposição! rs...
beijo-beijo

Carito disse...

...mais do que a Bahia já nos deu régua e compasso, as curvas da ausência no passo descon(a)certado... Bem que podia descon(a)certar Natal...

elaine disse...

Meus Deus!!!!
Eu quero esse piano!!!!!!
Fábio....